12 de fevereiro de 2011

Seja o milagre...

 Quer um milagre? Seja o milagre!

     O Todo Poderoso, com Jim Carrey, é um filme que eu assiti 3.567.175 vezes, até as falas do filme eu já decorei,  isso porque, além de eu adorar comédia e ser fã do ator americano e ter que estudar inglês (assistir inúmeras vezes sem legenda me auxilia com os estudos da língua estrangeira), o filme  consegue passar uma mensagem maravilhosa, até mesmo, divina (literalmente), sem "forçar a amizade".

      Ao longo do filme acontecem várias coisas que mexem com nosso humor, mas também com o nosso espírito. A princípio, rimos dos acontecimentos bizarros e forçados que fazem parte do gênero, mas se prestarmos bem atenção, ele passa uma mensagem "toda poderosa" para nós. Livre arbítrio, inveja, amor, paixão, ira, preguiça, ingratidão, são apenas alguns aspectos "humanos, demasiadamente, humanos", contemplados no filme de forma leve, e claro, bem humorada.

      "Não importa o quanto uma coisa fique suja, você sempre pode limpar", dirá Deus, interpretado por Morgan Freeman, nos mostrando que sempre é tempo de recomeçar.
       Vale a pena assistir com carinho. Eu poderia dissertar sobre cada detalhe do filme "all day long", mas prefiro que você assista e tire suas próprias conclusões (ou lições).  No vídeo abaixo, está a penúltima parte do filme e é uma das minhas cenas preferidas.

      Como diria o grande Paulo Mendes Campos: "os milagres sempre acontecem na vida de cada um e na vida de todos. Mas, ao contrário do que se pensa, os melhores e mais fundos milagres não acontecem de repente, mas devagar, muito devagar". Acredito que esse filme, curiosamente de comédia, consegue passar muito bem essa mensagem: Quer um milagre? Seja o milagre. Não espere que as coisas caiam do céu..."Ajuda-te que o céu te ajudará".

video 

Deus vem vindo: ninguém não vê. Ele faz é na lei do mansinho – assim é o milagre.
 (Riobaldo - Grande Sertão: veredas -  Guimarães Rosa)

2 comentários:

  1. Simplesmente maravilhoso! Parabéns pelo post. Todos nós podemos desenvolver o nosso Deus interno. A marcha rumo a plenitude é lenta, no entanto, contínua. O progresso vai do átomo ao arcanjo, assim estamos fadados a perfeição. Quantos milhares de anos isso levará? Isso depende apenas de nossas escolhas.

    Mais uma vez, parabéns.
    Texto de primeira qualidade!=)

    ResponderExcluir
  2. O meu lindo, obrigada!!!
    Acho que levará alguns milhares de anos rsrs...Mas sempre é tempo de recomeçar ;)

    "Jesus, sorrindo, permanece investindo na humanidade sem pressa, sabendo que o carvão mais negro se transformará um dia no diamante luminífero, a irradiar a luz do Sol."

    ResponderExcluir